O que é baropodometria?

blog

O que é baropodometria?

Com mais de 40 anos dos primeiros estudos a baropodometria se torna cada vez mais atual.

Um estudo que ultrapassa os 40 anos dos primeiros relatos vem se tornando cada vez mais moderno em conjunto a tecnologias e inovações que permeiam a área.

Uma técnica ainda pouco desbravada pelos profissionais da área da saúde, mas afinal o que será a Baropodometria?

Origem Baropodometria

A avaliação baropodométrica teve seus primeiros estudos na Universidade de Montpellier, em 1978, por meio de análise de medidas computadorizadas de sistemas de pressão, para o estudo estático e dinâmico de descarga de massa plantar. (Dados retirados do site crefito8.gov.br)

BARO = PRESSÃO

PODO = PÉS

METRIA = MEDIDA

Portanto, basicamente é a medida das pressões plantares.

Citações sobre a baropodometria

A baropodometria é uma técnica de exame, informatizada, que permite avaliar a pressão plantar e descrever suas alterações (ANJOS, 2006). Fornece uma documentação objetiva, considerada como o fundamento da avaliação científica para o tratamento das disfunções do sistema musculoesquelético, através da avaliação da distribuição da carga plantar, além de informações sobre a superfície dos pés, morfologia do passo, pressão média e máxima exercida sobre os pés, e tipo do pé: normal, cavo ou plano, sendo uma ferramenta importante para compreender as influências posturais sobre os pés e vice versa (OLIVEIRA et al., 1998; CHAMLIAN, 1999; CASTRO, 2007). A pressão plantar é calculada pela relação entre força e superfície de apoio (ANJOS, 2006).

Estudos sobre a baropodometria

Em estudos com indivíduos normais, Cavanagh e colaboradores (1987), na análise da distribuição da pressão plantar na posição ortostática, encontraram que 60,5% da massa corporal estão distribuídas sobre os calcanhares, 7,8% no mediopé, 28,1% na parte anterior do pé e 3,6% nos pododáctilos. De acordo com Tribastone (2001), na posição ereta, 57% da massa corporal está distribuída na região do calcanhar (retropé) e 43% sobre a região plantar anterior (antepé). Para Lorenzetti (2006), o padrão de normalidade da distribuição da carga plantar é 35 a 40% da pressão no antepé e 55 a 60% no retropé. Portanto, para todos esses autores, o pico de maior pressão, em indivíduos normais, apresenta-se na região posterior do pé, na situação estática.

Avaliação baropodométrica

A avaliação desse exame é feito por meio de uma aparelho denominado baropodômetro, que consiste em uma plataforma recheada de sensores que capturam a pressão plantar do individuo e jogam essas informações para um software próprio e assim é possível extrair vários dados. Para entender mais sobre um baropodômetro, temos uma postagem que conta tudo que você precisa saber. Clique aqui.

Fonte: Crefito; Artigo – Baropodometria em indivíduos diabéticos e pré-diabéticos, com e sem neuropatia; PodoTech.

Relacionados

Comentários